6 de outubro de 2010

Torta, Pasteis Doces, Biscoitos de Natal



  
Torta com  geleia caseira 

 

RECEITA

500 g de farinha de trigo
150 g de açucar peneirado
3 ovos
200 g de manteiga derretida e quase fria
1 colher [sopa] de baunilha
50 ml de leite
1 colher [sobremesa] de fermento químico
casca de 1 limão siciliano ralado fino
leite +/- 3 colheres [sopa]

Coloque numa vasilha a farinha misturada com o açucar e o limão siciliano ralado.
Faça um vulcãozinho na mistura e junte os ovos, a baunilha, a manteiga derretida, amorne o leite  numa caneca e segurando a caneca sobre a vasilha com os ingredientes coloque o fermento e emulsione para espumar o fermente despeje sobre os outros  ingredientes, e misture até obter uma massa firme e bem macia.


Pasteis de forno ou fritos, polvilhados com açucar peneirado, pode-se usar a mesma geléia da torta se for pronta melhor que seja bem firme, no forno a geleia amolece e pode escapar do pastel mesmo que ele tenho sido bem fechado, alíás o fechamento e muito importante. Saidos do forno polvilhar de açucar.
Se fritos apoie no papel toalha e ainda quentes polvilhe com açucar peneirado


Para colorir, usei gema de ovo com algumas gotas de corante  alimentício e pintei  antes de fornear, favor caprichar na pintura  (^_^) esses meus estão bem feinhos,
 mas o sabor ficou ótimo.
Os Biscoitos são feitos sempre com a mesma massa, estique-a com o rolo, polvilhe a mesa com um pouco de farinha de trigo, corte com forminhas para biscoitos nos formatos para Natal ou a gosto, pode usar a imaginação e utilizar utensilios de cozinha, copo, xicaras, maiores e menores, faça um disco maior e dentro um menor dando a forma de guirlanda, enfim invente. 
Numa assadeira untada e com papel manteiga coloque os biscoitos no forno pre aquecido 180º por aprox. 20/25 minutos cada forno da um resultado então vá controlando o cozimento.
 
Tire da assadeira e deixe esfriar no papel manteiga, derreta chocolate branco e coloque gel para chocolate da sua cor preferida, ou deixe o chocolate branco e depois com outro chocolate colorido faça os detalhes a gosto.
 
Nos meus da foto utilizei também ouro em pó para alimentos e com um pincel fiz os detalhes.



Espero que gostem, além do acima a massa pode ser esticada cortada em tiras, faça um nó com a tira tomando cuidado para não quebrar, frite e polvilhe com açucar, lembra algo parecido com bolinho de chuva mas por ter baunilha e casca de limão são bem saborosos e incríveis para tomar com um cafezinho bem fresquinho.

4 comentários:

a Trofa tem cozinheira disse...

Ola Minha Amiga!!! Ja estas a trabalhar para o natal?!??!??! que lindo tudo!!! Gostei!!!

Bigada pelo teu elogio no meu blog!!! fiquei contente!!!!

mil beijos da BomBokita

Maria Amélia disse...

Oi Lore, estes pastéis me deixaram babando. Tenho geléia caseira....oba. Nossa o Natal já está chegando, faltam menos de 2 meses...bjs. mamélia

Concha Signes disse...

Te he entrado a los dos blogs y si que te has adelantado a la Navidad, aunque viendo lo rápido que pasa el tiempo realmente esta ya ahí. Muy bueno todo lo comenzado.
Un abrazo

marzia disse...

...passo a lasciare un abbraccio gigante alla mia amica d'oltreoceano :)e se non ho capito male questa è un'ottima pasta frolla :) bravissima e a presto, Loredana cara!

Seguidores

Aceto Balsamico - Vinagre Balsâmico

O Vinagre Balsâmico

O Vinagre Balsâmico (aceto balsamico) é um vinagre aromático, agridoce de forte sabor, conhecido na Itália há mais de 1.000 anos. Porém, só começou a ser produzido em grande escala, com objetivos comerciais, a partir do século XIX. Antes disso era usado como dote de noivas, oferecido como presente especial ou saboreado como licor. Até hoje existe uma competição anual, em Spilamberto, na Itália, para decidir qual o melhor vinagre balsâmico caseiro produzido no ano.

Aceto Balsamico

O "aceto balsamico" é elaborado a partir de uvas do tipo Trebbiano e Lambrusco, produzidas no norte da Itália. Estas uvas são colhidas na sua maturidade máxima, época em que estão mais doces; após são secas ao sol e depois prensadas ou amassadas, para a extração do suco, o qual é fervido lentamente até virar um concentrado. Este concentrado é resfriado e transferido para um barril, onde permanece para fermentação. Assim, ele matura e evapora, concentrando ainda mais o sabor.

Em Modena, na Emilia-Romagna é produzido um dos vinagres aromáticos mais famosos e conhecidos no mundo todo. É envelhecido por até sete anos, em barris de carvalho o que o torna mais suave e escuro.

Um bom balsâmico deve ser maduro. Quanto mais envelhecido, mais saboroso e mais alto será seu preço. Um vinagre aromático de boa qualidade deve ser usado com moderação, principalmente como um tempero na sua forma natural. Versões inferiores são ideais para temperar alimentos que vão ao fogo, tais como frango, peixe e vegetais.

Além de temperar saladas, sopas e guisados, damos, a seguir, algumas sugestões para o uso do Vinagre Balsâmico:

  • Use-o em marinada de carnes;
  • Coloque algumas gotas em morangos frescos ou sorvete de morango;
  • Misture com manteiga derretida, na quantidade desejada, e faça um molho rápido para grelhar carne ou peixe;
  • Espalhe sobre legumes cozidos como aspargos ou feijão verde;
  • Ferva o vinagre, reduzindo-o até obter um molho grosso e encorpado para temperar carnes, peixes ou macarrão
Crédito: www.italiaoggi.com.br/gastronomia/saibamais/ita

La storia della Befana

La storia della Befana
La Befana è un'allegra e simpatica vecchietta che la notte tra il 5 e il 6 gennaio, giorno dell’Epifania, si mette in viaggio, in sella alla sua scopa volante, per portare doni a tutti i bambini. Per questo la Befana porta con sé un sacco stracolmo di dolcetti, che userà per riempire le calze che i bambini hanno lasciato appese nelle loro case. I bambini buoni, aprendo la calza la mattina dell’Epifania, troveranno caramelle, cioccolatini e a volte anche piccoli regali come premio della loro bontà. Quelli che non sono stati molto obbedienti nell’anno passato riceveranno dalla Befana anche un po’ di carbone. La Befana è comunque un personaggio molto amato. C’è chi la Befana la immagina con i capelli bianchi, chi con i capelli neri e c'è chi le colora i capelli di turchino, come quelli di una fata ma a parte la tinta dei capelli o il colore degli occhi, tutti noi siamo d'accordo sul suo naso aquilino, sulle sue scarpe tutte rotte e sul suo abito ricoperto di toppe colorate. Canzone Della Befana La Befana vien di notte Con le scarpe tutte rotte Il cappello alla romana Viva viva la Befana!! Crédito://www.mybefana.it/

La leggenda della Befana


Secondo il racconto popolare, in una notte tra il 5 e il 6 gennaio, i Re Magi si erano messi in cammino per rendere omaggio al bambino Gesù. Non riuscendo a trovare la strada, bussarono alla porticina della casa di una vecchietta, la Befana.

I re Magi chiesero alla Befana se poteva accompagnarli da Gesù a Betlemme. La vecchietta gli indicò il cammino ma si rifiutò di andare con loro, poiché aveva troppe faccende da sbrigare.

In seguito, però, la Befana si pentì di non aver accompagnato i Rei Magi. Per questo motivo, la Befana preparò un sacco pieno di dolci e uscì da casa per cercare i tre Rai Magi ma non li trovò. Allora offrì i dolci, che lei stessa aveva preparato, a tutti i bambini che incontrava per strada, nella speranza che uno di quelli fosse Gesù. È da quella notte che la Befana, per farsi perdonare, porta i regali a tutti i bambini.